Cleia Viana/Agência Câmara

O presidente Jair Bolsonaro deve entregar pessoalmente ao Congresso Nacional um novo pacote de propostas de reformas. O presidente estará acompanhado de ministros, entre eles o da Economia, Paulo Guedes.

A nova agenda inclui:

1) PEC Mais Brasil (Pacto federativo);

2) PEC da Emergência Fiscal, para conter gastos públicos em caso de crise financeira da União, estados e municípios;

3) PEC dos Fundos, para reavalia 281 fundos públicos;

4) PEC da Reforma Administrativa;

5) Projeto de lei que cria um novo modelo de privatizações;

6) Reforma Tributária, com o IVA dual.

Na semana passada, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse ter avisado à equipe econômica que não considera a Reforma Administrativa mais importante que a Tributária. Ponderou que haverá muita dificuldade de avançar nas mudanças administrativas se não se avançar na tributária.

Compartilhe