Geraldo Magela/Agência Senado

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (29), por 51 votos a favor, 7 contrários e 1 abstenção, a indicação de Fabio Kanczuk como diretor de Política Econômica do Banco Central. Antes, ele passou pela sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e foi aprovado pelo colegiado. 

Alguns senadores se manifestaram na CAE sobre a condução do BC em relação aos juros altos e, com isso, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) ligou para o presidente do banco, Roberto Campos Neto e “disse que o Senado não tolerava mais a permanência desses juros abusivos em relação ao cheque especial e ao cartão de crédito. Que seria importante que o Banco Central pudesse acelerar medidas concretas no sentido de reduzir os juros desses dois produtos sobretudo, que, de certa forma, são um peso excessivo para mais de 1 milhão de correntistas no Brasil”.

Compartilhe