EFE/ Neil Hall

A União Europeia concordou em estender o prazo para o Brexit, como é conhecida a decisão do Reino Unido de deixar o bloco, para 31 de janeiro de 2020. O prazo anterior expirava no próximo dia 31 de outubro e a decisão foi anunciada em um tuíte de Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu.

De acordo com Donald Tusk, esse prazo pode ser encurtado caso o o Parlamento ratifique, entretanto, o acordo de saída firmado pelo primeiro-ministro, Boris Johnson, e por Bruxelas.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, sempre disse que não iria pedir um novo adiamento da saída do Reino Unido da União Europeia, mas viu-se forçado a fazê-lo quando o Parlamento britânico exigiu mais tempo para discutir o acordo.

A União Europeia e o Parlamento do Reino Unido vivem há três anos um impasse em torno da saída da União Europeia.

Compartilhe