Andrew Harrer/Bloomberg

Se existia alguma dúvida a respeito do trauma causado pelas últimas eleições presidenciais americanas, quando ficou comprovada a interferência russa em seu resultado, o FBI tratou de saná-la ao tomar a atitude de lançar uma série de vídeos em que demonstra como atores estrangeiros podem tentar alterar o resultado do pleito.

Os curtos filmes disponibilizados pela agência também incentivam as campanhas a adotarem precauções como linguagem criptografada e identificar mensagens cujo discurso visa entrar no sistema para colher dados sigilosos.

Em um dos vídeos um agente do FBI alerta: “Tudo indica que, quando você se der conta de que seu sistema pode ter sido hackeado, provavelmente o conteúdo mais sensível já foi copiado”.

 

Compartilhe