Chesnot/Getty Images

Com mais de 110 milhões de downloads já realizados só nos Estados Unidos, a chinesa TikTok, plataforma de compartilhamento de vídeos, é alvo de congressistas, como por exemplo o ex-candidato à presidência, senador Marco Rubio (R), e Charles Schumer (D).

Segundo ambos, a empresa, de propriedade da startup ByteDance — também chinesa —, deveria ser investigada por oferecer riscos à segurança dos Estados Unidos.

Teoria conspiratória ou não, fato é que a ByteDance não é a primeira empresa com sede na China a ser investigada pela administração, dentro de um contexto que envolve diretamente a guerra comercial entre as duas superpotências. Hikvision, Dahua e Huawei completam a lista.

 

Compartilhe