Bruno Zanardo/Secom AM

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, participou nesta quarta-feira (16) da cerimônia de abertura das obras de exploração de gás natural no Campo Azulão, região metropolitana de Manaus. O gás será utilizado para abastecer a termelétrica e gerar energia a partir de 2021.

Com o gás produzido na usina, a expectativa é gerar até 132 MW de energia para o estado. Estão previstos investimentos de R$ 1,8 bilhão para os estados do Amazonas e de Roraima até 2021. As obras irão gerar aproximadamente mil empregos na região.

 “O que está acontecendo aqui hoje é muito importante para o País, pois está dentro do Novo Mercado de Gás. O compromisso que nós temos, não é só de fornecer energia mais barata, mas também de permitir que o gás natural se torne realidade com o desenvolvimento sustentável e a reindustrializacao do Brasil. Cerca de 70% da nossa indústria depende do gás natural e nós vamos fornecer isso. Acredito que em pouco tempo”, afirmou Albuquerque.

Compartilhe