RUBEN SPRICH/REUTERS

O Brasil subiu uma posição no ranking de competitividade entre países, do Fórum Econômico Mundial. Ano passado, estava em 72º e em 2019 subiu para 71º, em um total de 141 países. O documento foi divulgado nesta quarta-feira (9).

O ranking leva em consideração o nível de produtividade e oferta de oportunidades que os países oferecem às empresas. São doze pilares analisados: instituições, infraestrutura, adoção de tecnologia da informação, estabilidade macroeconômica, saúde, habilidades, mercado de produtos, mercado de trabalho, sistema financeiro, tamanho do mercado, dinamismo nos negócios e capacidade de inovação. 

O ministério da Economia informou que, para melhorar a posição do Brasil, irá trabalhar em seis projetos: Simplifica, Emprega +, Concorrência para Prosperidade, Pró Infra, Brasil 4.0 e Prospera MPEs. 

Compartilhe