Divulgação

A capital paulista é sede da 15ª edição do evento Veículo Elétrico Latino-Americano, que pauta assuntos relacionados a mobilidade urbana no futuro. A prefeitura de São Paulo está trabalhando para circular 15 ônibus totalmente elétricos pela cidade. 

Segundo o secretário municipal de Mobilidade e Transporte da cidade de São Paulo, as expectativas para redução de emissões poluentes são ousadas e claras. “ As expectativas para 2020 são: reduzir 24,8% nas emissões de material particulado; 20,5% nas emissões de óxido de nitrogênio e 13,6% nas emissões de dióxido de carbono. Em 2030, a redução deverá ser de 91,3% em material particulado, 90,7% nas emissões de óxido de nitrogênio e 60,3% nas emissões de dióxido de carbono.”

Além das formas sustentáveis de mobilidade coletiva, a expansão das ciclovias, políticas de calçadas e novas tecnologias estão sendo debatidas para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos na metrópole. De acordo com  especialistas, uma revolução urbana com cidades inteligentes é a mudança mental que o país precisa. 

 

Compartilhe