Fotos Públicas

Na sexta-feira (20), o governo deve divulgar o relatório de receita e despesa do último bimestre (julho e agosto). Internamente, a avaliação é que será possível descontingenciar entre R$ 11 bilhões e R$ 15 bilhões do Orçamento. Hoje, o contingenciamento totaliza R$ 33,4 bilhões. Na semana passada, o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, disse que até o final do ano serão liberados “uns R$ 20 bilhões” das despesas do Orçamento.

A liberação dos recursos adicionais será possível graças a uma arrecadação extra de R$ 8 bilhões acima do esperado (R$ 5 bilhões). O resultado positivo se deu principalmente com a venda de empresas da Petrobras e de ações do IRB (Instituto de Resseguros do Brasil) pelo Banco do Brasil.

As áreas a serem beneficiadas pelo descontingenciamento serão definidas no dia 30.

Compartilhe