Divulgação/Folha PE

Nesta quinta-feira (12), mais uma mulher foi vítima de feminicídio no Distrito Federal, chegando a 20ª vítima desse tipo de crime, no qual as mulheres morrem por sua condição de gênero, ou seja, por serem mulheres. 

Dados da Secretaria de Segurança Pública do DF,  informam que, em 2018, das 42 assassinadas até agosto, 28 foram vítimas de feminicídio. Os agressores, em 70,6% dos casos, não têm passagem pela polícia ou denúncias anteriores. 

Além disso, 84% dos feminicídios ocorrem dentro das casas das próprias  mulheres e 70% dos agressores são conhecidos da vítima, como cônjuges, pais, familiares ou pessoas de confiança. Dentre os tipos de violência mais praticadas em casa, a moral/psicológica ocorre em 80% dos casos; a física, em 62%; patrimonial, em 24%.

Compartilhe