Divulgação/IBGE
Spread the love

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) recebeu, nesta quinta-feira (12), um comunicado do Equador que aceita o Certificado Zoosanitário Internacional para exportar bovinos vivos. A abertura de mercado é a conclusão das negociações iniciadas em 2014. 

Em 2018, o Brasil exportou 535 milhões de dólares em bovinos vivos, além de US$ 6,5 bilhões em carne bovina. Exportar animais vivos traz uma diversidade na pauta exportadora brasileira, fomentando alternativas para produtores rurais de todo o país. 

“O avanço do Brasil no mercado de bovinos vivos é um testemunho do alto padrão genético e da qualidade dos animais brasileiros e um reconhecimento da confiança internacional na defesa agropecuária brasileira”, informou o MAPA via nota.