Pedro França/Agência Senado
Spread the love

Os partidos de oposição na Câmara dos Deputados protocolaram hoje requerimento de criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as condutas dos membros da Procuradoria da República no Paraná e o então juiz federal Sergio Moro, atual ministro da Justiça, responsáveis pela Operação Lava-Jato, a partir de reportagens do portal The Intercept.

O pedido destaca as mensagens em aplicativos de telefone celular trocadas entre os membros do Ministério Público e Sérgio Moro, a possibilidade de conluio entre eles, a utilização da operação para promoção pessoal e fins políticos, bem como o cometimento de crimes processuais.

A Secretaria-Geral da Câmara ainda está conferindo as assinaturas que subscrevem o requerimento. São necessárias, no mínimo, 171 assinaturas para que o pedido seja válido. Caso seja constatado o número mínimo de apoiamentos, o requerimento ainda será analisado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para atestar a existência de fato determinado, de relevante interesse público, para que seja autorizada a instalação. Pelo Regimento Interno da Casa podem funcionar paralelamente até cinco CPIs. No momento, apenas duas estão funcionamento e há outros dois pedidos aguardando decisão. Portanto, por ser o quinto requerimento apresentado, e caso seja deferido por Maia, a CPI para investigar a Lava Jato teria vaga disponível para ser instalada.