Joel Rodrigues / Agência Brasília
Spread the love

A Rodoviária do Plano Piloto, especificamente a plataforma superior, passa por uma recuperação emergencial para garantir a segurança dos usuários. Segundo a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), 90% da obra deve ser concluída este mês de setembro.

Em outubro será realizada a demolição da laje Leste e a conclusão do reforço estrutural. Desde julho o governo vem fazendo reparos. Já foram feitos o tratamento das fissuras, demolição da laje Oeste e o escoramento da plataforma inferior. A obra, que inicialmente custaria R$ 6 bilhões, agora tem custo previsto para R$ 1.192.668,71. 

A nova tecnologia utilizada na colagem da manta de fibra de carbono é mais econômica quando comparada ao aço, mais moderna e resistente. Segundo informações da Agência Brasília, o material reforça em 10 vezes a firmeza da construção, que sofre danos com a passagem de veículos na plataforma superior.