Agência Brasil - EBC
Spread the love

A Lei da Liberdade Econômica, proveniente da Medida Provisória nº 881/19, tem que ser sancionada até quinta-feira (12). O objetivo da medida é reduzir a burocracia para a iniciativa privada com iniciativas como a adoção da carteira de trabalho digital e o fim do eSocial. Com as mudanças, o governo acredita que possam ser gerados 3,7 milhões de empregos na próxima década. Os senadores retiraram do texto a autorização para o trabalho aos domingos e feriados por considerarem que o tema não era pertinente. Deputados foram ao Supremo pedindo que a matéria voltasse à Câmara para exame.