Marcelo Camargo/Agência Brasil
Spread the love

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nessa quinta-feira (5) a imposição de escolas cívico-militares para que os cidadãos de baixa renda não dependam de programas sociais “até morrer”. Porém não estabeleceu relação entre o atual modelo de escolas e a situação de pessoas dependentes de programas sociais.

Tal declaração foi dada em cerimônia no Palácio do Planalto na qual lançou programa que visa a incentivar a criação dessas escolas, sendo que o Distrito Federal já é a primeira unidade da federação que aderiu ao modelo. O governador Ibaneis Rocha (MDB) esteve presente também na cerimônia e foi elogiado pelo presidente Bolsonaro e, comentando acerca da votação em algumas escolas do DF para saber se deveria ou não implementar o sistema cívico-militar, o líder do Executivo foi bem enfático: “Tem que impor”.

Bolsonaro complementou dizendo que deseja que essa “garotada” cresça sem depender de subsídios do governo, como o Bolsa Família.