Andrew Parsons/Pool via REUTERS
Spread the love

Os deputados britânicos aprovaram hoje (4) proposta de lei que obriga o governo a adiar mais uma vez o Brexit, atualmente previsto para 31 de outubro, em uma votação preliminar que deve se reconfirmar no período da tarde.

Foram 329 votos favoráveis e 300 contrários, indicando que o primeiro-ministro Boris Johnson sofre novo revés – o premiê é contrário a qualquer nova extensão do processo e, na terça-feira (3), perdeu a maioria parlamentar com a fuga de 21 deputados conservadores.

Johnson reiterou que não pretende entregar o acordo de “rendição”, como chamou a proposta do líder da oposição, Jeremy Corbyn. No entanto, para a Comissão Europeia, o risco de uma saída do Reino Unido sem o acordo de 31 de outubro reside na tensão em Londres, levando a um Brexit “brutal”, nas palavras do próprio Executivo comunitário da EU.