LATAM/Divulgação

Segundo a Aeroflap, as companhias aéreas American Airlines e o Grupo LATAM Airlines tem o objetivo de enviar uma emenda ao pedido de “joint venture”, processo de associação de sociedades, uma espécie de consórcio, até o final de 2019.

O Chile está sendo removido do alcance geográfico do acordo. No início de 2016, as empresas assinaram um acordo de joint venture, que estabelece um negócio conjunto, para voos entre o Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru e Uruguai. 

Enquanto órgãos reguladores do Brasil, Colômbia, Chile e Uruguai aprovaram a proposta, em maio deste ano, a suprema corte do Chile cancelou o acordo. Agora, as empresas terão de enviar uma emenda aos reguladores até o final do ano.

Compartilhe