Divulgação/Saraiva

O conselho de credores da rede de livrarias Saraiva se reuniram nesta sexta-feira (23) para deliberar a respeito do plano de recuperação judicial da empresa. Segundo o Valor, a empresa aceitou a saída do presidente Jorge Saraiva Neto. 

Após esse anúncio, as ações da empresa subiram 5,63% na B3, chegando à cotação de R$1,50. A tendência é a formação de um novo conselho, com ao menos duas indicações apoiadas pelos fornecedores. 

Durante as negociações com os credores, a possibilidade de converter a dívida em ação ou em dinheiro, foi levantada. As dívidas da Saraiva contabilizam R$ 675 milhões. A Waisberg, Kurzweil Advogados, representa a Saraiva, na pessoa de Thomaz Bastos.