Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Marcha das Margaridas ocorreu dos dias 13 e 14 deste mês, em Brasília. O evento foi considerado pelo Ministério Público Federal como o maior movimento de mulheres do campo, da floresta e das águas da América Latina. 

A manifestação teve como lema deste ano “Margaridas na luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência”. O nome do movimento é uma homenagem à Margarida Maria Alves, trabalhadora rural e defensora dos direitos humanos, que foi brutalmente assassinada na Paraíba em 1983. Sua frase mais famosa foi “é melhor morrer na luta do que morrer de fome”. 

A organização do evento informou que mais de 100 mil mulheres participaram da marcha. A Agência Brasil informou que a Polícia Militar do Distrito Federal não apresentou números oficiais de participantes.