Francisco Gentico

A Alemanha, Espanha, França, Luxemburgo, Portugal e Romênia se dispuseram a receber 147 imigrantes vindos da Líbia e estão alocados em um navio de resgate “Open Arms” há 14 dias, que foi impedido pela Itália de atracar na costa do país. 

O navio é operado por uma ONG espanhola. O governo da Espanha tem trabalhado com a União Europeia para encontrar uma “solução comum e ordenada”. O governo italiano está vivendo uma crise de desconfiança e pode sofrer novas eleições, por isso, tem adotado linhas mais duras em relação aos imigrantes. 

 

Compartilhe