José Cruz/Agência Brasil

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) protocolou no dia 8 uma nova petição no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), dessa vez requerendo o afastamento do procurador da República Deltan Dallagnol dos quadros do Ministério Público Federal. Trata-se de um aditivo ao procedimento disciplinar anteriormente aberto contra Dallagnol. Renan já havia apresentado uma reclamação disciplinar, em março, alegando que o coordenador da força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba (PR), após ter tentado intervir em sua reeleição à presidência do Senado, influenciou a própria disputa ao cargo na Casa.

Em uma entrevista publicada na última sexta-feira (09), Dallagnol afirmou que, se eventualmente for afastado da função pelo CNMP, seguirá no que diz ser seu propósito: “Servir à sociedade.” O CNMP vai deliberar sobre os pedidos na próxima terça-feira (13).

Compartilhe