Jaap Arriens/NurPhoto via Getty Images

De olho em competidores como Rappi, DoorDash e até Amazon, o Uber Eats optou pela expansão de sua rede de serviços. A ideia é não apenas ocupar o mercado de entrega de comida feita em restaurante, mas também solucionar as necessidades que seus clientes possam ter para abastecer suas casas.  No meio termo, há inclusive cadeias de cinema no Canadá e na Austrália que passaram a entregar seus sacos de pipoca por meio do Uber Eats a clientes que preferem ver filmes em casa.

O braço do serviço de transporte via plataforma digital pioneiro, voltado para a entrega de comida, tem sido preponderante para o balanço geral da empresa. No último trimestre, o Uber registrou perdas de 14%. Já o Uber Eats deu um salto de 72%, com a sua carteira de clientes aumentado em 140%, se comparado ao mesmo período do ano passado.

 

Compartilhe