ANDREW H. WALKER/GETTY IMAGES
Spread the love

Stephen Ross não se tornou republicano de uma hora para outra. Por isso, a notícia de que organizaria um evento na abastada região dos Hamptons, a fim de arrecadar fundos para a campanha de reeleição de Donald Trump, não deveria impressionar ninguém.

A questão é que Ross é dono da prestigiada academia Equinox e do clube de ciclismo indolor SoulCycle, além do time de futebol americano Miami Dolphins. E seus clientes — no caso do Dolphins os atletas — não perdoaram a postura do bilionário que fez fortuna comprando imóveis em Nova York.

As críticas desde o meio da semana cresceram de tal forma que tanto a Equinox quanto a SoulCycle tiveram de se manifestar publicamente, alegando que apoiam agendas liberais como a  diversidade e que Ross não atua na gestão de ambas as empresas. Um apelo inútil, já que Ross é, de fato, dono de ambas.

O movimento aumentou a ponto de congestionar as linhas de comunicação das duas academias. Em sua grande maioria, tais ligações eram de pessoas pedindo o cancelamento da matrícula.