Erin Schaff/The New York Times

           Como de costume, usando a sua conta pessoal no Twitter, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou nesta quinta-feira (01/08) que os Estados Unidos aumentarão em 10% as tarifas sobre U$ 300 bilhões em produtos chineses que entrem no país. O que não leva em conta a taxação de 25% em outros U$ 250 bilhões previamente anunciada.

O contexto do anúncio, detalhado pelo próprio presidente em uma sequência de comentários na rede social, é de que os chineses teriam recuado por mais de uma vez na assinatura de um acordo comercial. Inclusive deixando de cumprir a promessa de uma compra substancial de produtos agrícolas americanos.

Apesar da medida, Trump termina o bloco de mensagens com um tom otimista, dizendo-se esperançoso de que as duas maiores economias de mundo cheguem a um acerto justo.