Fernando Frazão/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, determinou, nesta quinta-feira (1) que a Polícia Federal encaminhe as mensagens divulgadas por hackers, advindas dos celulares de autoridades, em até 48 horas. 

De acordo com a Folha, alguns ministros criticaram a postura de Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato. No entendimento deles, Deltan usou a operação como “instrumento de intimidação”. 

Após Sérgio Moro ter informado que as mensagens seriam destruídas, especialistas em direito e ministros do STF defenderam que a destruição do material cabe ao judiciário, e não ao ministro da Justiça. De tal forma, o STF agora articula o possível afastamento de Deltan para seguir com o caso.