Edilson Rodrigues/Agência Senado

O Congresso retoma as atividades na quinta-feira (01). No entanto, os trabalhos só começam realmente a partir da próxima semana. Há grande expectativa com relação à conclusão da votação da Reforma da Previdência pela Câmara e o início de sua análise pelo Senado. Também terão início os debates em torno da Reforma Tributária nas duas Casas.

A prisão de hackers que invadiram os celulares do ministro da Justiça, Sérgio Moro, a sinalização do presidente Jair Bolsonaro de indicar o filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada do Brasil nos EUA e a polêmica declaração do presidente sobre os governadores do Nordeste devem agitar o reinício dos trabalhos. Mas sem afetar as votações.