Divulgação

O diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres, Mario Rodrigues Júnior, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas e o presidente Jair Bolsonaro, assinaram nesta quarta-feira (31), o contrato de concessão da Ferrovia Norte-Sul, com a empresa Rumo S.A, em decorrência do leilão realizado pela ANTT em março. 

A concessão é do trecho entre Porto Nacional/TO e Estrela D’Oeste/SP, abrangendo 1.537 km. A parte central vai de Porto Nacional à Anápolis/GO e já está totalmente concluído e disponível para o início do transporte ferroviário de cargas. Já o tramo sul vai de Ouro Verde de Goiás/GO à Estrela D’Oeste/SP e conta com 95% das obras concluídas.  

“A Ferrovia Norte-Sul foi projetada para promover a integração nacional, interligar os principais portos do país, gerar maior competitividade e minimizar os custos de transporte por meio de conexões ferroviárias já existentes, bem como àquelas que ainda serão construídas. A assinatura do contrato é um grande marco para o desenvolvimento do país”, afirmou o ministro da Infraestrutura.