Divulgação/TechMundo

O governo australiano prometeu na manhã de hoje (26/07) reforçar a vigilância sobre o Google e o Facebook. Uma comissão governamental, denominada “Comissão de Competição e Consumidores”, não só está preocupada com os algoritmos utilizados pelas duas gigantes, mas também em estabelecer barreiras que diminuam, ou pelo menos inibam, seu poder.

Dentre mais de vinte recomendações definidas em um caderno montado pelo grupo, está, por exemplo, a imposição de que o Google deixe de oferecer o seu navegador, o Chrome, em celulares e outros aparelhos, de modo a mitigar o seu quase monopólio no mercado de ferramentas de busca.

“Não se enganem, essas empresas são poderosas demais, precisam ser responsabilizadas por suas atividades e fiscalizadas de perto”, afirmou Josh Frydenberg, um dos líderes da Comissão.