Divulgação

A petrolífera australiana Karoon assinou, esta semana, a compra do campo de Baúna, da Petrobras, na Bacia de Santos, por US$ 665 milhões. A transação torna o Brasil a principal operação da empresa. 

Para o Diretor-Geral da companhia para a América do Sul, Tim Hosking, o Brasil tem um enorme potencial de recursos de óleo e gás e estima-se que os próximos anos sejam estáveis para leilões. A Karoon atua no país desde 2007 e já fez duas descobertas: os campos de Goiá e Neon. 

Ao longo dos anos, a empresa investiu, junto com parceiros, mais de US$ 600 milhões. Hosking afirmou que a Karoon pretende participar da 16ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo e Gás Natural (ANP), que será em outubro.