Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Nesta quinta-feira (25), a força-tarefa da Operação Lava Jato devolveu R$ 424 milhões à Petrobras, referente às parcelas dos acordos de leniência com as empresas expostas que confessaram participação nos desvios.

O Ministério Público Federal anunciou que a Petrobras recebeu R$ 3 bilhões ao longo da operação, que atua desde  2014, por meio de acordos de delação premiada, leniência e renúncias voluntárias de recursos. Dentre os crimes estão lavagem de dinheiro e corrupção tanto ativa quanto passiva. 

Durante a cerimônia realizada em Curitiba, o MPF afirmou que o valor foi diretamente depositado para a estatal. Dentre os valores, R$ 313 milhões são referentes à parcela do acordo do Grupo Technip; R$ 44,8 milhões são do acordo da Camargo Corrêa e R$ 67 milhões de renúncias voluntárias de três condenados.