Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Nesta quarta-feira (17), a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, afirmou que o Brics (bloco formado pelo Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul) necessita enfrentar tendências ao protecionismo, isolacionismo e unilateralismo.

Segundo ela, os desafios “exigem, como antes, respostas coletivas. Exigem que nos atenhamos à mesma ideia: simples, mas poderosa, de unir forças”. Em reunião com os vice-ministros de Agricultura do bloco em Brasília, as delegações conheceram a Embrapa e laboratórios brasileiros, com o objetivo de tomar ciência das inovações produzidas no país.

A reunião de vice-ministros foi uma preparação para a 9ª Reunião de Ministros de Agricultura do Brics, que acontecerá em setembro no Mato Grosso do Sul, em Bonito. O grupo se reuniu para debater pautas como o aumento dos contratos entre o setor produtivo e projetos desenvolvidos pelo Novo Banco de Desenvolvimento do Brics e a promoção da ciência, tecnologia e inclusão digital.