GUILHERME PINTO/AGÊNCIA O GLOBO
Spread the love

Na última sexta-feira (19), a Controladoria-Geral da União instaurou, através da Corregedoria-Geral da União (CRG), um processo administrativo de responsabilização da multinacional suíça KBA-NotaSys, empresa que presta serviços de impressão de cédulas.

A Polícia Federal realizou a Operação Vícios II em setembro do ano passado, onde foi descoberto um esquema de lavagem de dinheiro com atuação de ex-diretores da Casa da Moeda do Brasil em favor da multinacional, chegando a movimentar aproximadamente R$301 milhões em licitações de equipamentos. 

A CGU utilizou a Lei nº 8.66/1993, de Licitações e Contratos e a Lei nº 12.846/2013, famosa Lei Anticorrupção para a aplicação da multa e decretou inidoneidade à empresa.