Tomaz Silva/ Agência Brasil

O Programa Minha Casa, Minha Vida recebeu R$1 bilhão para que as obras paralisadas sejam retomadas e as 17 mil unidades habitacionais contratadas em 2018 sejam autorizadas, bem como a contratação de 36 mil novas moradias. 

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, as obras podem gerar 40 mil empregos, o que pode aquecer a economia do país. Segundo o ministro Gustavo Canuto,  “R$ 1 milhão investidos no programa equivalem a 40 empregos gerados”.

No primeiro semestre de 2019 foram liberados cerca de R$2,5 bilhões para dar continuidade às obras. Dentre esse montante, R$2 bilhões foram destinados às famílias com renda mensal de até R$1,8 mil.