Pablo Valadares/ Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia,  pediu que os partidos colaborem com as alterações que o Senado fizer na reforma da Previdência, para que ela seja aprovada. 

Maia espera que estados e municípios sejam incluídos pelo Senado e que as modificações sejam enviadas à Câmara na forma de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) paralela. 

Nesta terça-feira, em encontro com parlamentares, afirmou “a única coisa que vai precisar, quando voltar para Câmara, é que os partidos de todos os governadores colaborem, se não a gente vai ter dificuldade de aprovar. A gente vai precisar que o PT, PSB e PDT ajudem a aprovar a PEC paralela, se não vai ter obstrução”,