Marcos Santos/ USP Imagens

Nesta quinta-feira (18), o governo Bolsonaro deve anunciar a liberação de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de incentivar o consumo e impulsionar a economia. 

Paulo Guedes, ministro da Economia, afirmou ao Valor, durante a cúpula do Mercosul, na Argentina, que o governo espera liberar R$42 bilhões, que poderá ser sacado no mês de aniversário dos correntistas. 

A ideia da equipe financeira é que, para as contas ativas, os saques sejam proporcionais. Ou seja, quem tem até R$5 mil no fundo,  poderia sacar 35%. Já quem tem até R$10 mil, teria autorização para sacar 30%, e assim por diante.