Julia Moraes/Fiesp

Segundo a Federação e o Centro de Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), a indústria paulista fechou junho com 13 mil postos de trabalho, representando -0,61% em relação a maio. O semestre contabilizou saldo positivo, com abertura de 2,5mil vagas. 

De acordo com José Ricardo Roriz, 2º vice-presidente da Fiesp e do Ciesp, “a geração de emprego foi fraca no 1º semestre, ficando abaixo das nossas expectativas. Esse resultado sinaliza que a indústria paulista deve ter fechamento líquido de vagas no ano de 2019”.

Dentre os setores analisados pela pesquisa, 77% apresentam variações negativas, sendo 4 contratando, 17 demitindo e apenas 1 permanecendo.  Os destaques negativos estão no segmento de veículos motores, reboque e carroceria, produtos alimentícios e confecção de artigos de vestuário e acessórios.