Agência Senado/Reprodução

Nesta quinta-feira (11) Comissão Especial da Medida Provisória da Liberdade Econômica (MP 881), aprovou o texto do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS). Agora, o texto vai para votação no plenário da Câmara dos Deputados.

Até a madrugada de quarta-feira (10) houve negociação sobre o texto. De última hora o relator retirou alguns pontos contestáveis, como alterações em normas trabalhistas . 

O relatório aprovado retira as licenças e alvarás para atividades de baixo risco, reduz a burocracia para a criação de startups e pequenas empresas, impede que haja tratamento diferenciado entre cidadãos em situações semelhantes, dentre outros.