Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Durante a 41ª Reunião Ordinária do Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM), realizada na semana passada, foram aprovados R$ 3,3 bilhões para o setor naval.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, a maior parte dos recursos será destinada para projetos que já tinham sido aprovados pelo Conselho e obtiveram novo prazo para contratação do financiamento com recursos do Fundo da Marinha Mercante (FMM). O conselho, também autorizou alteração de projetos que abrangem a construção, reparo e modernização de embarcações destinadas a diversos segmentos do setor naval. Não há impacto nos valores anteriormente autorizados.

Durante a reunião, também foi aprovada a proposta orçamentária para o exercício de 2020, que disponibilizará R$ 6,3 bilhões a financiamentos de projetos de construção e reparo de embarcações, além da instalação e modernização de estaleiros. A proposta fará parte do orçamento do Ministério da Infraestrutura, o que ainda dependerá de validação do conjunto do governo, preliminarmente ao envio para o Congresso Nacional.

“A aprovação desse montante é importante para sinalizar ao setor naval o potencial de investimentos com recursos do FMM, na perspectiva do reaquecimento da indústria naval, que também está sendo impulsionada pelas medidas de incentivo que estão sendo preparadas pelo Ministério”, explicou a Secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias do Ministério da Infraestrutura, Natália Marcassa, que preside o CDFMM.