Reuters/Marcos Brindicci

Fernando de la Rúa presidiu a Argentina de 1999 à 2001 e, nos últimos anos, enfrentou várias complicações de saúde.

Nesta segunda-feira (8), aos 81 anos, foi internado em estado grave, com complicações cardíacas e renais e veio a falecer nesta terça-feira (9), deixando três filhos e esposa.

“Lamentamos a morte do ex-presidente Fernando de la Rúa. Sua trajetória democrática merece o reconhecimento de todos os argentinos”, disse o atual presidente Mauricio Macri.