Nesta quinta-feria (4), durante reunião deliberativa da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), os senadores leram relatórios de projetos de lei que deverão ser votados na próxima semana, fechando o semestre legislativo.

Senador Paulo Paim (PT-RS), o presidente do colegiado, adiantou que também fará um balanço dos trabalhos da comissão.

Os senadores Fabiano Contarato (Rede-ES), Zenaide Maia (Pros-RN) e Paulo Paim criticaram, durante a reunião, o que eles consideram “atos discriminatórios” aos terceirizados que prestam serviços no Senado. Entre as medidas que os parlamentares avaliam como discriminatórias, estão a obrigatoriedade de passar todos os dias pelo pórtico de detecção de metais, a distinção no uso dos elevadores e um risco, apontado pelos senadores, de as empresas contratantes darem “calote” nos salários.