Will Shutter/ Câmara dos Deputados

Em audiência pública da comissão externa da Câmara dos Deputados que acompanha ações do Ministério da Educação, especialistas afirmaram que os problemas enfrentados na educação indígena são de gestão, orçamento e estrutura. 

De acordo com o Conselho Nacional de Educação, as 3.345 escolas indígenas do país, que atendem quase 256 mil alunos, enfrentam situações ruins. O diagnóstico aponta que a formação de professores e a qualidade da oferta e funcionamento das escolas são os principais desafios. 

“Para se ter ideia, as crianças só começaram o ano letivo praticamente em maio, enquanto outras escolas do Brasil todo já estão quase de férias. E há professores que, com o pouco salário que têm, ainda devem dar conta da limpeza da escola, da merenda escolar e do transporte. Essa é a realidade”, afirmou a deputada Joênia Wapichana (Rede-RR), que é a primeira mulher indígena a assumir um cargo político no Brasil.