Agência Câmara

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado criou o Sistema Nacional de Informações sobre Pessoas Procuradas pela Justiça, que deverá ser divulgado e disponibilizado aos órgãos públicos que trabalham pela localização de foragidos. 

O relator da comissão, Lincoln Portela (PL-MG), afirmou que com o sistema, os procurados serão localizados e presos e ainda facilitará na promoção de segurança para a população, evitando outros crimes. 

“A mera existência de bancos similares como o Infoseg (cadastro geral que disponibiliza dados de segurança pública, Justiça e fiscalização por meio da internet) e o Sinesp (Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas), parece não ter satisfeito a demanda dos órgãos de segurança pública por essas informações, de forma fidedigna, completa e de fácil acesso”, afirmou Portela.