Reprodução/Flickr

O Grupo Mulheres do Brasil anunciou um novo projeto chamado “Posicionamento”, que mobiliza uma rede de mais de 29 mil mulheres para levar suas ideias para protegê-las nas instituições. 

Será elaborado um documento em conjunto com os 50 núcleos da rede para ser levado até o Congresso Nacional. Dentre as mulheres que compõe a rede, está Maria da Penha, símbolo da resistência e enfrentamento à violência de gênero no Brasil.

O texto será desenvolvido nos próximos meses e irá analisar criticamente a atual política no âmbito da igualdade, para poder impactar a sociedade, imprensa e governo.  Algumas das propostas do documento incluem o aumento da permissão de licença maternidade para casos de crianças prematuras e acabar com a cota de 30% de mulheres candidatas às eleições.