Nesta quinta-feira (4), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ) debateu a revisão do Estatuto do Desarmamento.

Participaram do debate, representantes de caçadores, atletas, ONGs, forças policiais, agentes socioeducativos, Exército e governo.

O senador Styvenson Valentim (Podemos–RN) advertiu para o controle frágil de quem tem autorização para armas. Styvenson destacou que foi PM por 16 anos e só fez um teste psicotécnico. O parlamentar recomendou que haja investigação nas redes sociais de quem pede o registro de armamento.