Getty Images/AFP/S. Loeb

Christine Lagarde, a então diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), teve seu nome indicado para a presidência do Banco Central Europeu (BCE) nesta terça-feira (2). Deverá substituí-la no FMI o vice-diretor-gerente, David Lipton.

De acordo com Lagarde, “em vista do exposto e em consulta com o Comitê de Ética da Diretoria, decidi deixar temporariamente minhas funções como diretora-gerente (DG) do FMI durante o período de nomeação”.

Lagarde se afastou do FMI sendo elogiada pelo seu papel de liderança durante a crise financeira global e pela excelente comunicação dentro da instituição. Segundo Mark Sobel, ex-funcionário do Tesouro Americano, ela possui vasta experiência com política monetária, apesar de não ser economista.