Benoit Tessier / Reuters file

Parlamentares austríacos votaram nesta terça-feira (2) por proibir o uso do glifosato, ingrediente do herbicida produzido pela Bayer, chamado Roundup. A empresa já foi condenada a indenizar mais de US$2 bilhões a quatro pessoas que desenvolveram câncer por conta do herbicida. 

A União Europeia liberou o uso do glifosato até 2022, mas a Áustria optou por ir contra a legislação da UE, alegando que outros países do bloco proibiram componentes específicos.

De acordo com Erwin Preiner, parlamentar do Partido Social Democrata, “queremos servir de modelo para outros países na União Europeia e no mundo”. Outros países como Alemanha e França prometeram eliminar o uso do componente de forma gradual.