Durante seminário realizado na Câmara dos Deputados pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, serão discutidas políticas de estímulo ao primeiro emprego e ao menor aprendiz. O seminário ocorre nesta quinta-feira (4).

O debate foi solicitado pelo deputado Tiago Dimas (Solidariedade- TO), de acordo com o parlamentar, além da severa crise econômica outros motivos também interferem na contração de jovens, entre eles: gastos do empregador com capacitação, a falta de qualificação técnica e excesso de encargos trabalhistas. “Esses são alguns, dos muitos dos entraves que prejudicam a entrada no mercado de trabalho”, avaliou Dimas.

“O Brasil enfrenta uma das piores crises econômicas de sua história. A taxa de desemprego atingiu o patamar de 12%. São quase 13 milhões de brasileiros em busca de trabalho e a proporção é ainda maior entre os jovens”, afirma o deputado.