Reprodução/MDR

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, apresentou nesta sexta-feira (28) em São Paulo, o Programa de Renovação de Frota de Transporte Público Coletivo Urbano de Passageiros sobre Trilhos (Retrem).

O objetivo do programa é fortalecer os investimentos para renovar e ampliar a malha metroferroviária do País. Considerando a extensão continental e as características geográficas brasileiras, além da importância socio-ambiental, o modal de trens é o mais indicado para integrar o Brasil. Os recursos para o programa serão aplicados em monotrilhos, metrôs, trens urbanos e veículos leve sobre trilhos (VLT).

De acordo com o ministro, “O Retrem é um programa do Governo Federal de financiamento, tanto pelo FGTS quanto pelo BNDES, que permitirá aos setores público e privado acessarem recursos para readequar frotas de trens, adquirirem novos veículos, material rodante, além de promover melhorias e investimentos em tecnologia e sistemas embarcados. Com o financiamento, é possível melhorar a frota existente ou criar novas. É uma medida para beneficiar, principalmente, a população que mora mais distante do centro, que mais precisa do transporte público de qualidade”