Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo tem estudado formas de alterar o modelo de concessões rodoviárias, com o objetivo de melhorar o ambiente de negócios e a regulação.

Durante reunião na FIESP, o secretário Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura abriu a discussão ao apresentar um panorama sobre o status de concessão das principais rodovias federais.  Alguns projetos já estão com um nível alto de maturidade, outros ainda em fase de estudos e análises, mas a expectativa do atual governo é conceder mais de 16 mil quilômetros, distribuídos em quase 20 estados, à iniciativa privada até 2021, com a expectativa de arrecadar R$ 140 bilhões.