O Departamento de Estado nega, mas a  CNN garante que os governo Trump estuda a possibilidade de diminuir a liberação de vistos H-1B, concedidos a profissionais qualificados.

A notícia pegou de surpresa tanto empresas americanas quanto indianas. O programa de visto tem sido usado com frequência por americanas como Apple, Google, Facebook e Microsoft. Por outro lado, Trump tem se mostrado crítico a ele, alegado que profissionais americanos estariam sendo preteridos em próprio país por conta da existência de mão de obra mais barata.

Enquanto isso, o Secretário de Estado Mike Pompeo tem viagem marcada para a Índia na semana que vem. Na agenda está o aumento de tarifas de 28 produtos americanos por parte da gestão Narendra Modi, em retaliação à sobretaxa ao ferro e ao alumínio iranianos, definidos por Trump no ano passado.